quarta-feira, setembro 27, 2006

Parabéns meu amor pelo nosso dia!

" Mãos dadas almas chegadas"
Ruben David Markes

Todos os dias são dias de celebrar o amor
Mas para nós dois, o dia 27 é especial...
Foi o dia que começamos a namorar
e no mesmo dia (para quê esperar!) a partilhar a vida juntos.

Demos as mãos e partilhamos nossas vidas e nossas almas.
Somos um dos casos de amor à primeira vista
Não houve hesitações,

Soubemos de imediato ia ser assim
que era o que queriamos
não importava mais nada
certo ou errado, queriamos assim
Juntar os trapinhos e ficar juntos.
FOI A MELHOR DECISÃO DA MINHA VIDA!
Iniciamos nesse dia
uma vida a dois
feita de amor
de paixão
de carinho
de amizade
de desejo
de ternura
de carinho
de desejo
e de partilha
desse dia para a frente
partilhamos tudo
o bom e o mau
com muita discussão
muito amuo
muitas lágrimas
mas tudo superado por este amor
por esta forte vontade de estar e ficar juntos
O amor é de facto poderoso...
Hoje celebro esse dia em que decidimos
unir-nos...
Parabéns amor...
Amo-te profundamente...

Isabel

14 Comments:

Blogger Isabel said...

Aconteceu uma coisa horrivel,sem querer apaguei todos os comentários que aqui me deixaram... logo hoje, imaginem!
Por isso vou voltar a coloca-los, pois graças a Deus ainda os tenho em mail.

Beijos a todos os que comigo estão a celebrar este dia em especial à especial Vanda.

Isabel

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Do miguel:

parabens para ti.
amo-te
milhoes de beijos
obrigado adoro-te

Miguel

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Anonymous Anónimo said...

:) bom...entro e deixo as velas acesas :) o jantar pronto e quente no forno :) o champagne gelado vos espera :) musica? musica? É uma tentação e peca por não ser original, mas quem disse que o amor era original? deixo-vos o Bolero de Ravel...façam dele o que quiserem, serão vocês os originais :)) pincelado do vermelho da paixão, do branco do perdão e do azul do amor...

Desfrutem-se :)))

Gozem-se :)))

E mantenham-se enlaçados noite fora....

Van

Ps-já volto :))

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Blogger Isabel said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Da Vanda Baltazar:

Já ca estou :)

Deixo-vos o meu poema, dedicado ao meu "gajo" ;)) o homem que comigo partilha a vida, os filhos e o amor.

Que se deixa, por amor, partilhar também :))

Também o nosso foi um encontro fulgurante...derrubou muros. Alterou projectos de vida.
Mudou rumos.

Para o melhor e o pior.

Para o que der e vier.

:))

Deixa-me abraçar-te, meu amor...e no gesto afastar o frio do mundo, fazê-lo ausente de nós.

Afagar-te com os olhos e prender na minha pupila a tua pele, dilatar ao maximo o sentimento, beliscar-te com o olfacto e saborear-te lentamente num crescendo.
Bolero de Ravel.

Assim abraçar-te de corpo cheio, apagar lentamente o cansaço dos dias.
dos jogos de xadrez. da ambição.
das casas onde viveste, das areias que te conheceram.

Lambo-te a pele menina, fresca de anseios, porque te anseio puro.
Só meu deste espaço nosso, como se nunca tivesses vivido fora desta cama.
Como se nunca tivesses amado...como se hoje fosse a nossa primeira vez de todos os tempos.

de todos os corpos, esquecidos.
de todas as guerras, vencidos.

Não, não te vires ainda. Deixa que o meu abraço te adormeça outras vidas, traga o nevoeiro do esquecimento e nas nossas mãos apertadas se defina a intensidade da amarra.

Deixa que primeiro te navegue por dentro, te sinta na ilha que guardo no ventre amadurecido,
no cume do meu coração.

A noite cresce na lua do teu ombro...sorrio no luar da agora, tua boca, que me beija
...e sinto na lua a passagem para o meu lado de fêmea que te querendo, respira vida.

Rio, provocante do quanto renasço, do quanto sinto
reconhecer-te. Na pele no cheiro no beijo reconheço-te.

Entrego-me.

Na ilha o orvalho nasce puro.
E o tronco que me desenhas na pele, na posse das linhas do meu pescoço,
é o arco íris que nos une...reflectido na água deste lago que nos inunda.
agora as tuas raízes saciam-me.


Cá dentro a noite cresce na lua e nós somos dois planetas encontrados pelo tempo dos sentidos.


Encontro-me no teu abraço, meu amor.


Van

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Da Vanda Baltazar:
... e como ainda temos umas horas até ao jantar :)) que tal nós agora nos sentarmos na proa do barco com a tal caneca de café?

Que tal???

Fico à espera!

Beijos. mil.

Van

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Do Miguel:

obrigada, vanda..

isabel
mais beijos
para ti meu amor..

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Do Frog:

Que este dia seja muito especial!...

Como diz a Van, desfrutem-se!!!

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Da Vanda Baltazar:

Miúda :)) sentada ainda na proa :)) o café ja bebido enquanto bebia as tuas palavras, diz-me :) publico o teu comentario ou é conversa de "gajas" e fica só para nós? :))

aguardo :))

over & out :))

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Anonymous Anónimo said...

De: Trivialidades

Realmente o amor é o que faz girar o mundo

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Anonymous Anónimo said...

De Trivialidades:

Espero que este dia nunca seja esquecido. Parabéns aos dois.

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Da Vanda Baltazar:

então? publico e respondo por aqui?

ou tens um mail? :))


ai eu nestas coisas simples nunca sei o que hei-de fazer :))

Obrigada por todas as tuas palavras, Isabel, eu gosto de fazer as pessoas felizes. De dar mimo :))

Van

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Da Vanda Baltazar:
Miguel...és um sortudo por teres uma mulher destas apaixonadissima e à tua espera para o Bolero! :)

Muitas felicidades ao dois :)


E muita compreensão, paciencia e altruismo!

:) tambem são precisos para as tarefas diarias :)

Van

quarta-feira, setembro 27, 2006  
Anonymous Anónimo said...

De Veritas:

Olá Isabel!

Parabéns! Por esse amor que assumiste de coração pleno, goza-o mesmo assim, plenamente! Sabes que ao ler o que escreveste me veio uma lágrima ao canto do olho? Talvez porque conseguir o que enumeras não é fácil, não é acessível a todos os casais...és uma afortunada...luta pela continuação da tua pérola..

Bjs.

quarta-feira, setembro 27, 2006  

Enviar um comentário

<< Home