sexta-feira, setembro 22, 2006

Não estou triste

O que se segue
não é tristeza
é saudade
é beleza

O que se segue
não é dor
é celebração
de um grande amor

É um sorriso
É uma dadiva
É um tributo
Uma homenagem

É um obrigada
talvez sem jeito
É um beijo
vindo do peito

Sei que estás aqui ao meu lado
como vês não estou triste
sossega, chega-te mais a mim
e lê comigo o que escrevi para ti...


Isabel

13 Comments:

Anonymous Miguel said...

;-)chuakkkkk

sexta-feira, setembro 22, 2006  
Blogger AS said...

Lindoooooooooo....


Um beijo e bom fim de semana

sexta-feira, setembro 22, 2006  
Blogger Teresa Durães said...

:)

bom fim de semana!

sexta-feira, setembro 22, 2006  
Blogger sem-comentarios said...

Temos poeta, sem duvida !

Brutal este poema :)

Bjse bom fim de semana ***

sexta-feira, setembro 22, 2006  
Blogger aldina said...

Uma Vez Que Já Tudo Se Perdeu

(...)Nada se perde por mais que aconteça / Uma vez que já tudo se perdeu"

Ruy Belo

Beijinhos!

sexta-feira, setembro 22, 2006  
Blogger P. Guerreiro said...

Simples, bonito...Até parou de chover!
Obrigado pela visita e um bom fim de semana!

P.S. Poesia, um óptimo local para revisitar!

sexta-feira, setembro 22, 2006  
Blogger Fernando Palma said...

Bonito...como um sussurro no ouvido de alguem a quem quer muito bem. Nos germina um desejo de passar o gesto adiante...
.
beijo.

sábado, setembro 23, 2006  
Blogger Vanda Baltazar said...

A saudade veste-se de tempo.
Despe-se em suaves memorias.
Celebra-se assim, em comunhão com nós proprios. Os que nos deixaram.
Os que partiram...para sempre neste cantinho, que é o nosso coração.

A nostalgia da saudade e a vida.

A vida.

Os anjos.

Os girassóis.

Isabel, depois de te ler, só te posso desejar um dia cheio de sol!

Porque os tivemos!

Beijo

Van

sábado, setembro 23, 2006  
Blogger intruso said...

:)

sorriso feliz para ti Isabel

(obrigado pela visita e comentários no "intruso"...)

bom poema!

sábado, setembro 23, 2006  
Blogger Eu said...

que poema tão bonito... tão suave

domingo, setembro 24, 2006  
Anonymous Secreta said...

Um poema de uma grande beleza e serenidade.
Beijito.

segunda-feira, setembro 25, 2006  
Blogger daniel sant'iago said...

Olá, Isabel!
Sabe bem, pela manhã de segunda-feira, saborear um obrigado...

daniel sant'iago

segunda-feira, setembro 25, 2006  
Blogger sem-comentarios said...

Brutal...porque é um poema intenso que toca-nos a todos os niveis, Isabel :)

Um bem Haja :)***

esperarei um "novo estado de alma" :)***

segunda-feira, setembro 25, 2006  

Enviar um comentário

<< Home