sexta-feira, novembro 10, 2006

Desafio

As minhas 5 manias

Fui desafiada pela Vera e por um Corvo Negro, poeta voador de negra plumagem, para desvendar 5 das minhas manias: Pensei bastante no assunto. Quis aproveitar para fazer uma introspecção ao tentar identifica-las. Quis também ser completamente honesta tornando este jogo num pequeno acto de coragem acrescentando-lhe assim ainda mais sentido. Resumindo quis ter a honestidade e a coragem de as assumir perante mim e com a mesma honestidade e coragem assumi-las perante vós. Ao fazer este raciocínio identifiquei de imediato a primeira. E atrás dela vieram tantas que me é verdadeiramente difícil escolher só 5, cheguei à conclusão que sou uma “manienta”!
Sou uma “manienta” com graça, (verdade seja dita!) com sentido de humor para me rir das minhas próprias manias e principalmente disposta a ir aos poucos reduzindo aquelas que prejudicam os outros, tipo: estar em casa em silêncio total nem música nem televisão nem nada que faça o mínimo barulho, estar sempre a desligar as luzes pois a penumbra é-me confortável. Mas a verdade verdadinha é que quanto mais penso mais manias descubro. Sou o verdadeiro exemplo da ” manienta.”
Assumido este facto, passemos estão à selecção das 5 mais:
1ª Mania – Tenho mania que sou corajosa assumida e honesta.
E de lutar permanentemente para ser mais corajosa ainda, mais assumida ainda, mais honesta ainda, mesmo quando é difícil ou não dá mesmo jeito nenhum. O que me detêm? O medo de magoar alguém, isso faz-me hesitar e pensar quando poderei estar a ser excessiva.
2ª Mania – Tenho a mania das histórias.
Tudo me faz lembrar ou imaginar de imediato um sem número de histórias, o curioso é que normalmente não as conto, ou melhor, conto cá para dentro só para eu ouvir. Conto-as apenas ao Miguel (o meu amor) e agora aqui a vocês que me lêem. A verdade é que a minha mente está permanentemente recheada de histórias, umas são memórias, outras sonhos, e outras fruto desta minha fértil amaginação.
3ª Mania – Tenho a mania de me ligar muito a objectos.
Muitos destes objectos sem valor aparente mas que eu colecciono em quantidades exorbitantes e dando-lhes uma importância exagerada simplesmente porque me apaixono por eles. É difícil de entender a muita gente pois muitos destes objectos são aquilo a que vulgarmente se chama “tralha”. Esta mania torna-me um pouco a dar para o muito chata por vezes, sou capaz de me lembrar a meio da noite que não sei de uns brincos que adoro por exemplo, vai dai, acendo a luz e vou procura-los pela casa inteira e não descanso enquanto não os encontrar.
Impus recentemente a mim própria como objectivo ir aos poucos criando um maior desapego em relação aos objectos e tenho sido bem sucedida, estou melhorzinha desta mania.
Principais objectos nos quais esta mania se centra:
- Livros: em relação a eles é mesmo amor, gosto de os ler e reler, gosto de os admirar, de falar com eles e até de os acariciar (manias!).
- Acessórios: Brincos, colares, pulseiras, cintos, malas, sapatos, botas, boinas e todo o tipo de acessórios. (sendo da opinião que os pormenores fazem a diferença, é através deles que defino o meu estilo pessoal por isso para mim são importantes.
4ª Mania – Tenho a mania dos comprimidos e dos chás naturais.
Tomo comprimidos de todos os géneros, cores e feitios para tudo e mais alguma coisa. Sou uma chata, detesto aqueles complexos que já tem tudo, gosto de ser eu a determinar as quantidades correctas… de forma que leio tudo o que posso sobre o assunto, massacro as desgraçadas das funcionárias das lojas de produtos naturais para receber ainda mais informação e depois crio o meu próprio complexo de comprimidos, incluindo vitaminas, cálcio magnésio, ferro potássio, antioxidantes etc. etc.
Faço exactamente a mesma coisa com os chás, que adoro e passo grande parte do dia de chávena de chá na mão.
5ª Mania – Tenho a mania das cores.
Tenho a mania da conjugação de cores. Gosto de coisas belas (no meu próprio conceito de beleza, obviamente). É muito importante que esteja rodeada de coisas que esteticamente me são agradáveis. Nomeadamente as cores. Gosto de cores fortes intensas quentes mas odeio cores garridas e espampanantes especialmente se misturadas de forma desarmónica. Tenho uma ligação estranha com o preto. Visto-me essencialmente de preto e seja no que for as coisas negras são as primeiras a despertar-me a atenção. Não gosto de cores garridas mas gosto de contrastes, gosto de preto com amarelo, com laranja. Gosto de vermelho escuro, que é a cor do meu cabelo e que faz o tal contraste com a roupa preta que gosto de usar. Já tentei vestir-me menos de preto e tem sido difícil e já tentei mudar a cor do cabelo e também não está fácil.
Como já devem ter percebido ficaria aqui dias a falar das minhas manias, e de tudo e mais alguma coisa, pois para mim de facto as palavras são como as cerejas.
Agora é altura de desafiar 5 pessoas que deverão fazer o mesmo que eu, falar sobre 5 manias que as caracterizem. Acontece que como não sou sou grande cumpridora de regras, vou alterar as regras e desafiar mais de 5 pessoas: vou desafiar nada mais nada menos que 16 . Os escolhidos deverão responder nos seus blogues, desafiar outras 5 pessoas e ainda não esquecer publicar as respectivas regras do jogo ( provavelmente para que alguns como eu não as cumpram ).
Os desafiados por mim são: Tcham tcham tcham tcham…
Sentidos, Alquimista, Frog, Veritas, Estranha Pessoa Esta, P. Guerreiro, Pierrot, Bazuco, Pensamentos-vagabundos, Bruna Pereira, Alexandre, Delfim Peixoto, Luis Duverge, Kolm, Luigi e Teresa Durães.
Desculpem passar de 5 para 16 desafiados, mas no fundo para que servem estas regras? Eu prefiro seguir a regra da minha vontade.
Isabel
Fotografia de Marta Verissimo

17 Comments:

Blogger José Manuel Dias said...

Interessante...diria mais, estimulante. É isso que nos faz pensar de modo continuado e querer, cada vez mais, dar novas respostas para novos desafios...
Bjs

domingo, novembro 12, 2006  
Blogger Corvo Negro said...

Antecedendo qualquer palavra possível... confesso-te um sorriso desprendido de razões ou intensões.
Ler-te... testemunhando-te a coragem, faz-me sorrir.
Sorrio, perante a diabrura que é... passares de 5 para 16 desafiados e sorrio perante a proximiddae de tais manias.
Sorrio-te... e sorrio perante o teu engenho.
(um "five" ao Miguel)

domingo, novembro 12, 2006  
Blogger Bruna Pereira said...

Eu se calhar até tenho mais manias estranhas... Mas é melhor que ninguém as saiba.
A humanidade não merece tamanho sofrimento.
:)

domingo, novembro 12, 2006  
Blogger Desambientado said...

Desafiaste-me a aqui vir, com a simpatia do teu comentário. Cá estou, tentando perceber quem és pelas manias que dizes que tens.
Não pude deixar de ler a tua prosa. Bonita, correcta.
Gostei e tentarei passar por aqui.

Bom Domingo.

domingo, novembro 12, 2006  
Blogger veritas said...

Olá Isabel!

É claro que vou corresponder ao desafio! E desde já te adianto que partilho inteiramente da tua mania número 2...só que essas histórias vou buscá-las ao mundo real, ao quotidiano...àquilo que Camões definiu, no Velho do Restelo, como..."saber de experiência feito"...

Bjs.

domingo, novembro 12, 2006  
Blogger Alexandre said...

Olá... oh, eu já respondi a esse desafio lançado pela Sophia!
Mas, não faz mal, vou pensar em mais umas quantas manias - não me faltam! - e depois te direi algo!
Beijinhos!

domingo, novembro 12, 2006  
Blogger Luis Duverge said...

Associando uma base estatística tinhas podias lançar um livro. Vou pensar, para não falhar e na próxima semana falamos.
Boa semana.

domingo, novembro 12, 2006  
Blogger pensamentos_vagabundos said...

:)hehehehe...
já fiz isso das manias :)
beijo vagabundo

domingo, novembro 12, 2006  
Blogger P. Guerreiro said...

Agradeço-te o convite. Gosto dos teus "começos", teatro nos dialogos, eu nunca tive muito jeito para dialogos mas gosto de os ler. Não pretendo retribuir elogios, apenas agradecer-te as visitas. Bom! Já te agradeci duas vezes...
"Os mais velhos eram mais bondosos. A sabedoria dos anos e o pavor da morte tinha-os feito perder o veneno que noutras idades quase destrói os corações. A velhice traz de volta a pureza que temos em crianças.".
Fiquei com este pedaço de história na cabeça...
Um abraço e boa semana!

segunda-feira, novembro 13, 2006  
Blogger Alexis Coald said...

Los desafios son importantes, pero más importante es saber enfrentarlos con valentía.

Un gran abrazo

segunda-feira, novembro 13, 2006  
Blogger vida de vidro said...

Gostei de ler as tuas manias. :) E gosto que sigas as tuas próprias regras. Agora, essa dos comprimidos.. tem cuidado porque nem sempre "o natural é bom" ! **

segunda-feira, novembro 13, 2006  
Blogger Trivialidados said...

Manias perfeitamente normais ainda não dá para preencheres os requesitos minimos para uma ficha de inscrição num qualquer hospital psi.

segunda-feira, novembro 13, 2006  
Blogger mfc said...

Para além de falar sózinho, de pensar que o Benfica vai ganhar tudo, de supor que não sou supersticioso(Lagarto...lagarto...), de pensar que o mundo solucionará todos os seus problemas, de acreditar que a fome só passa na TV Memória... acho que não sou maluco de todo!

segunda-feira, novembro 13, 2006  
Blogger Delfim Peixoto said...

Até não és muito fora do comum...e ainda bem!

segunda-feira, novembro 13, 2006  
Blogger Estranha pessoa esta said...

;)

Desafio aceite e feito! :P

Um abraço grande e desassossegado para ti ***

terça-feira, novembro 14, 2006  
Blogger Vera said...

Que menininha manienta és! Adorei as tuas manias! Valeu mesmo a pena escolher-te!
Beijinhos

terça-feira, novembro 14, 2006  
Anonymous Luigi said...

A introspecção é sempre de salutar. e quando é pra nomear as nossas manias então podemos revelar alguns aspectos interessantes que nos distingue particularmente.
Cativaste-me com as tuas manias, todas elas,em especial a mania das histórias :)
Aceito o desafio. Será o meu próximo post. aguarda

beijos

quinta-feira, novembro 16, 2006  

Enviar um comentário

<< Home