terça-feira, outubro 31, 2006

Sonho universal

Cântico
Deitada numa cama de luar
Por um manto de estrelas coberta
Cansada, descansei adormeci

sonhei partir à descoberta
de novos mundos novos seres
novos pensares novos dizeres

mundos de maõs abertas
braços de abraçar
seres de olhar inteiro
coração de amar
pensares de liberdade
desejo de alcançar
dizeres de mudança
vontade de partilhar

Sonhei tanto inovar, criar recomeçar
sonhei um mundo novo a este mundo trazer
sob a forma dum doce cântico
este mundo adormecido acordar
e acordado faze-lo viver

a sonhar
cai no mar
no mar fiz-me sereia
mergulhei nadei descobri
e depois de tudo que vi
sentei-me numa rocha a cantar
( a sereia assim cantou)
Mais do que existir
viver
mais do que tocar
sentir

mais do que olhar
observar
mais do que escutar
ouvir

mais do que ouvir
compreender
mais do pensar
interiorizar

mais do que falar
comunicar

mais do que saber
ensinar

mais do que fazer
agir
mais do que gostar
amar

mais do que viver
amar desmesuradamente a vida
e envolta nesse desmesurado amor
ainda viva morrer
Isabel


"Reverate universale I"
Pietro Adamo

"Reverate universale II"
Pietro Adamo

15 Comments:

Blogger Bruna Pereira said...

Mais uma vez saio daqui reconfortada.
Gosto de ler coisas que deixam paz no coração.
Fico mais leve.
:)

terça-feira, outubro 31, 2006  
Blogger :): said...

É bom sentir a tua alma, assim...desta forma simples, cantando a essência da vida.

Beijo sentido

terça-feira, outubro 31, 2006  
Anonymous Secreta said...

Que belo sonho , que belo cantar.
Beijito.

terça-feira, outubro 31, 2006  
Blogger Rui said...

Mais do que tudo, viver. A sério.

E dizê-lo escrevendo (que cantando é mais difícil). :)

bj

terça-feira, outubro 31, 2006  
Blogger veritas said...

Olá Isabel!

Divinamente inspirada...como sempre...

Bjs.

terça-feira, outubro 31, 2006  
Blogger Marina said...

Dizem que a cantar é mais fácil explicar aquilo que a falar às vezes é difícil.
E que bem cantou a sereia!
Beijitos
Bom feriado!

terça-feira, outubro 31, 2006  
Blogger Teresa Durães said...

e procurar, não desanimar,não atordoar nem baixar os braços, impávidos, com as injustiças

bom feriado

quarta-feira, novembro 01, 2006  
Blogger CM said...

E o sonho continua...

Muito bonito, beijo.

quarta-feira, novembro 01, 2006  
Blogger VEM SONHAR COMIGO said...

Adorei.Um cântico maravilhoso,que nos dá paz.

bj d
d

quarta-feira, novembro 01, 2006  
Blogger AS said...

Um Hino à vida! Belissimo texto Isabel...

Um beijo!

quinta-feira, novembro 02, 2006  
Blogger Trivialidados said...

Muito bonito muito belo muito acolhedor. Excelente, como tu sabes fazer. O sonho comanda a vida...

quinta-feira, novembro 02, 2006  
Blogger Vera said...

Que lindo!!! Adorei o canto da sereia! Senti-me leve, bem-disposta, feliz!
Obrigada!!!
Beijinhos

quinta-feira, novembro 02, 2006  
Blogger aldina said...

Ainda viva morrer é sonho de uma vivente que sobreviveu!

Até sempre!

quinta-feira, novembro 02, 2006  
Blogger Tina said...

valeu mesmo a pena a visita... palavras muito inspiradoras que me fazem querer voltar mais vezes.

sexta-feira, novembro 03, 2006  
Blogger Ardeth said...

Que lindo! Sonhos o alimento de nossas almas. E como é bom vir aqui e saborear um pouco desses deliciosos sonhos que você nos oferta! Parabéns!

Virei mais vezes certamente! Boa semana, Beijos!!!

segunda-feira, novembro 20, 2006  

Enviar um comentário

<< Home