quinta-feira, outubro 19, 2006

Beleza

Tenho em mim o mundo

Tenho 39 anos e estou mais bonita

Estou mais bela
porque brilho

Menos pintada
Troquei a cor do meu batom

Por todas as cores no mundo pintadas

Menos vaidosa
Troquei a minha imagem no espelho

por todas as imagens no mundo espelhadas

Menos orgulhosa
troquei os orgulhos desprovidos de sentido
por todas as humildades a pulso alcançadas

Estou mais bela
porque brilho

Com mais cabelos brancos
Mais rugas
Mais gramas

Mais cansaços

Em cada ruga
há uma estrada percorrida
Em cada grama
há um sabor provado

Em cada cabelo branco
há uma lição aprendida
em cada cansaço
há um destino alçançado

Estou mais bela
porque brilho


Como a noite recebe o dia
Recebo eu todo este brilho

Abraço-o grata e luzidia
como a mãe que abraça um filho

Curvo-me e humilde agradeço
a luz que o mundo me deu
Ergo-me ilumino e resplandeço
brilho de um brilho que não é meu

Brilha a pele
Brilha o olhar

Brilha o toque
Brilha o andar
Brilha a voz

brilha o falar
brilha o corpo
brilha o movimento
Brilham estes dedos com que escrevo

Brilham estes lábios com que beijo
Brilha esta alma com que me alteio
Brilha esta força com que luto ajo e faço
Brilha-me até o cansaço que não disfarço


E brilha-me no peito um batimento
de um mundo feito coração
Ergo-me brilho e resplandeço
mas quem brilha não sou eu
é o mundo na minha mão




Isabel

" Mulher diante do espelho"
Pablo Picasso

18 Comments:

Anonymous Miguel said...

mais palavras com brilho...
com o brilho do mundo.
com o teu brilho.
continua a brilhar assim...
com a beleza das tuas palavras.
e com a tua beleza... hummmmm
estás mesmo, cada vez mais bela!


mil beijos brilhantes

quinta-feira, outubro 19, 2006  
Blogger Teresa Durães said...

eu penso do mesmo modo :)
(nunca usei baton, confesso)

o brilho é a luz interna, só.

boa tarde

quinta-feira, outubro 19, 2006  
Blogger Trivialidados said...

Realmente palavras para que. A beleza esta cá dentro e não do lado de fora.

quinta-feira, outubro 19, 2006  
Blogger inBluesY said...

eu sempre gostei da minha idade, neste momento quase nos 38 sinto-me bem, e adoro rugas, pelo que são.

1 beijinho

quinta-feira, outubro 19, 2006  
Blogger veritas said...

Olá Isabel!

Uma boa prova de que a verdadeira beleza é o espelho da alma...daí a questão do brilho...

Bjs.

quinta-feira, outubro 19, 2006  
Blogger :): said...

O teu brilho é
imenso,
belo,
suave,
doce,
meigo,
sábio,
...
gosto muito do teu brilho, faz-me brilhar!

Mil beijos

quinta-feira, outubro 19, 2006  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Sabes que mais ...
és linda!

Um grande bjinho.

quinta-feira, outubro 19, 2006  
Anonymous Jofre Alves said...

Nesta sexta-feira, ao som cadente da chuva que me embala visito as páginas que mais aprecio, e cuja qualidade sempre me atrai. Parabéns e bom fim-de-semana, pois aqui descanso os meus olhos no teu blogue, entre um grão de poesia.

sexta-feira, outubro 20, 2006  
Blogger Marina said...

Eu tambem nunca usei baton e n costumo ver me ao espelho...
E espero que quando chegar aos 39 esteja ainda mais bonita!
;-)

Beijitos Isabel
Que poema bonito!

sexta-feira, outubro 20, 2006  
Blogger Ant said...

Pelo que bisbilhotei não te faltarão motivos para brilhares.
Voltarei...

sexta-feira, outubro 20, 2006  
Blogger CM said...

È o brilho da tua essência... da vida.

Beleza, de uma mulher madura... eu estou amadurecer e espero um dia dizer, sentir e viver estas palavras, estas vivências...

Beijo na tua alma.

sexta-feira, outubro 20, 2006  
Blogger 100smog lda. said...

adoro o inicio "estou mais bela porque brilho" o brilho artificial que está por fora pode ser tanta coisa...mas o brilho interior acende-nos como uma lanterna!!! ;) parabens pelo site

sexta-feira, outubro 20, 2006  
Blogger Vanda Baltazar said...

Brilhas porque Amas e és Amada.

És feliz.
Realizas-te momento a momento.

Amadurecida e plena.
Maçã de polpa doce em estio de vida.

A beleza vem sempre do coração :)

Estás em estado de graça.

Vive intensamente o momento.

Beijo nesse coração inteiro.

Van

sexta-feira, outubro 20, 2006  
Blogger Rui said...

Brilhou lá fora. Vi as nuvens afastarem-se para deixar passar um raio de sol.
Obrigado.

sexta-feira, outubro 20, 2006  
Blogger Pierrot said...

Gostei muito mesmo, de te ler assim tão bonita, tão singelamente engalanada para vida.
E que esse coração nunca pare de pular dessa forma no teu peito.
Bjos daqui
Eugénio

sexta-feira, outubro 20, 2006  
Blogger Egrégora said...

que texto fantástico!

bj

sábado, outubro 21, 2006  
Blogger Corvo Negro said...

...e brilha-te a alma que a minha ofuscas!

Deixaste-me assim... de alma aberta!

quinta-feira, outubro 26, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Que belo poema!
Quanto brilho na alma.
Vejo você bela por dentro e por fora.
bjus
sava

sábado, agosto 23, 2008  

Enviar um comentário

<< Home