quinta-feira, setembro 14, 2006

Aprender a ser Pessoa

Não sou mãe
Não tenho filhos para educar
tenho uma grande amiga com 9 anos
a quem sou qualquer coisa próximo com uma "madrasta boa"
não sou mãe
mas preocupo-me
por ela
por todas as outras crianças
que como ela
estão a aprender
e a crescer
e passo a passo
ano a ano
lição após lição
se vão tornando adultos
não sou mãe
mas revolto-me
indigno-me
por ela
por nós
pelo mundo
Que lhes andamos a ensinar meu Deus?
Que coisa é esta que lhes damos?
Com que coragem chamamos a isto
tão pomposamente educação?
Que educação?
Morangos com açúcar?
Cuidado com o acúçar, olha a Barbie é magra
e usa mini saia!
Que marca são os teus jeans ?
O top da Bé é piroso não achas ?
A minha mãe é mais gira que a tua?
Tudo isto até passava
passava se ensinassemos tambem o resto
mas do resto vejo tão pouco
tão pouco
Que lhes ensinamos mais?
Não há amor por estes miudos?
Não há amor no ensino?
Tudo se limita a limita-los
enchendo-lhes a cabeça de verdades
consideradas absolutas
consideradas por quem?
por mim não
Não considerei verdade nenhuma
Carregam-lhes o cérebro
de ideias sem ideais
de conceitos desconceitualizados
de politicas sem politica
Tudo se resume apenas e somente
ao que é aceite
Aceite por quem?
Por mim não
Não aceitei nada disto
aceite pela maioria acomodada
pelas pessoas de bem
Tudo se resume apenas e somente
politicamente correcto e não censurável
Apetece gritar
Porra e o resto?
O resto?
Quem ensina a duvidar
Quem ensina a dizer Não
Quem ensina a perguntar porquê
Quem mostra que a polémica existe
que o parece correcto pode não ser
que podemos ser diferentes dos outros
que podemos dizer
não gosto
não quero
não sou assim
Quem lhes fala de poesia
de poemas
de poetas
Quem lhes fala de ideais
de idealismos
de idealistas
Quem lhes fala de politica
de politicas
de politicos
e da vida
e da morte
e dos amigos
e dos inimigos
e do mundo
e do submundo
e da guerra
e da paz
e da luta
e da passividade
quem lhes fala da igualdade
e da diferença
do relativo
e do absoluto
quem lhes mostra que podemos escolher
que podemos ser ou não ser
ir ou não ir
querer ou não querer
NÃO É ISSO QUE É EDUCAR ?
Ajuda-los a Ser Pessoa
Fotografia de Robert Doisneau


Ajuda- los a criar alicerces e estruturas próprias

Fotografia de Metáfora

Ajuda-los a abrir portas.

Ajuda-los a escolher quais manter abertas e quais fechar.Fotografia de Lester Lefkowitz

Ajuda-los a ver através das janelas

Ajuda-los a escolher entre as sombras e o vento

Ou não escolher... deixar as janelas abertas à vida ...

e a vida tem de tudo...

Fotografia de Sam Abell

Ajuda-los principalmente a aprender

Que há tanto para aprender

que o mundo é enorme

que nós somos uma pequenina parte dele

Mas podemos escolher ser grandes no coração, na vontade,

na humildade, na procura, no amor, na amizade, nas ideias, na partilha,

na honra, na dedicação, nas causas, nos projectos, na alma

Ou escolher ser pequeninos, ignorantes e mediocres

Fotografia de Don Stevenson

Não sou mãe , mas tenho uma grande amiga de 9 anos , e gostava que ela fosse uma pessoa cada vez maior

que eu crescesse com ela e a ajudasse a crescer comigo.

Gostava de a ver assim, de mãos dadas com outras crianças, olhando o mundo, escutando as ondas ,

aprendendo a vida com os pés molhados , à beira mar.

Isabel ( entre a ternura a revolta e a indignação)

2 Comments:

Anonymous Miguel said...

Apetece gritar
Porra e o resto?
O resto?
seremos sempre nos a fazer!
principalmente a fazer a diferença.
beijos

quinta-feira, setembro 14, 2006  
Blogger além mar peixe voador said...

Um afetuoso abraço, muito lindo,
grata, virgínia

quinta-feira, novembro 30, 2006  

Enviar um comentário

<< Home