quinta-feira, setembro 07, 2006

A minha entrega

Assim é amar
receber o outro
recebe-lo inteiro
com um raio de luz no sorriso
com um sorriso para a pele que começa a enrugar
assim é amar
receber o outro
recebe-lo completo
com os prazeres dum corpo molhado e quente
com calor quando o peso do corpo já nos pesar
assim é amar
receber o outro
recebe-lo inteiro
com paixão no olhar brilhante de desejo
com ternura nos olhos cansados dos anos a passar
assim é amar
receber o outro
recebe-lo por inteiro
assim te recebo
assim te quero
e mais
recebo-te assim
e assim te vou acompanhar
depressa ou devagar
à velocidade que as nossas pernas
as nossas almas
os nossos corações
as nossas asas
deixarem
e mais
assim te recebo
assim te vou acompanhar
assim ao longo do caminho te vou ajudar
com mais ou menos força
com a força que a vida me deixar
tentarei que não caias nunca
e se caires far-te-ei levantar
e quando a força faltar
que me falte a mim em primeiro lugar
assim é amar


Isabel ( para o Miguel que eu amo assim...)

Tambem para o Miguel traduzi este poema de Dulce María Loynaz


Se me queres, quer-me inteira


Se me queres, quer-me inteira,
Não por zonas de luz ou sombra...
Se me queres, quer-me negra
E branca. E cinza, e verde, e loira,
E morena...
Quer-me dia,Quer-me noite...


E madrugada na janela aberta!...


Se me queres, não me recortes:
Quer-me toda...Ou não me queiras!


Dulce María Loynaz (Tradução Isabel)

Hans Paus

2 Comments:

Anonymous miguel said...

obrigado lindo.
milhoes de beijos

quinta-feira, setembro 07, 2006  
Blogger reverse said...

Aqui há algo que eu conheço bem. O amor e a partilha.
Um beijo para ti.

domingo, setembro 10, 2006  

Enviar um comentário

<< Home