quinta-feira, maio 03, 2007

NOVOS PENSAMENTOS


Fui, novamente, nomeada como um dos 5 blogs que fazem pensar.
Desta vez fui nomeada pela minha querida amiga Vida do Sentimentos,
http://sentimentosdiarios.blogspot.com/ e pela minha queridíssima Maria do Cheiro da Ilha, http://ocheirodailha.blogspot.com/ , duas mulheres lindas a quem não posso deixar de agradecer.

As coisas valem o que valem e uma nomeação vale pouco se for vista apenas assim: como um selo que colocamos no nosso espacinho e nos faz sentir orgulhosos de coisa nenhuma.

Mas…
Por detrás de uma nomeação há uma pessoa que nomeou.
Essa pessoa sim, tem valor para mim e muito!
Por detrás de uma nomeação há também o porquê da nomeação.
Neste caso o porquê é "Fazer pensar" e isso, sim, é importante.
Muito importante!

Eu escrevo para pessoas, as minhas personagens são pessoas com muito desta outra pessoa que sou eu.

Escrevo tentando com as minhas palavras tocar de todas as formas possíveis as pessoas para quem escrevo. Fazer pensar é uma das formas de tocar. De alcançar. De atingir.De partir daqui e chegar lá. Lá onde me lêem pensam e partem também levando algo de novo no pensamento.

Não posso, pois, deixar de estar orgulhosa de ter tocado duas das pessoas para quem escrevo.
Estas duas pessoas, a Maria e a Vida são duas mulheres maravilhosas, com personalidades bem marcadas, bem definidas, bem desenhadas, bem construídas e, no entanto, a sua inteligência, a sua sensibilidade, o seu sentido critico, a sua curiosidade, a sua forte vontade de ir mais longe, de tocar e de se sentiram tocadas, faz com que estejam particularmente atentas ao que as rodeia, faz com que busquem quer na diversidade quer na semelhança o permanente despertar do pensamento.

Admiro-as e gosto de pensar que já pensámos e continuaremos a pensar muito juntas.

Esta nomeação fez-me pensar na pessoa que desde criança mais me fez pensar:
O meu pai.

O meu pai, não apenas porque era meu pai, mas porque ele próprio ser pensante e pensador, era incapaz de pôr no mundo outro ser, fruto do seu ser, sem lhe tentar oferecer (porque de uma oferta se tratava) a mesma capacidade de pensar, o mesmo amor pelo pensamento e consequentemente o mesmo amor pela dúvida.
Duvidei de tudo e mais alguma coisa mas nunca duvidei do seu amor por mim nem do quão doloroso foi, para ele, vezes sem conta, obrigar-me a duvidar daquilo que sabia que eu tanto queria acreditar.
Mas por amor, apesar da tristeza que via nos meus olhos e da dor, que sei, sentia no coração, não deixou de me oferecer aquela que achou ser a maior herança que me podia deixar: a capacidade de pensar.
Obrigada pai, é um tesouro pesado, mas é um enorme tesouro.
Com o meu pai, nunca foi suficiente dizer, eu sou, eu quero, eu gosto, eu acredito, eu faço, eu penso.
Da boca do meu pai saltavam de imediato as perguntas, as interrogações, os porquês.
Em mim começavam a aparecer as dúvidas e a desaparecer as certezas.
Era mágico mas penoso.

Sou.
O que é ser?
És ou estás a caminho de ser?
Se és, és o quê?
Se estás a caminho de ser, o que te fez escolher?
Quando está um ser completo.
Quando pode alguém dizer que é alguma coisa.
O pouco que és, o que te fez ser assim?
Achas que já és suficiente?
Chega-te ser suficiente?
Quanto mais tens de caminhar na vida para poder dizer: eu sou?

Quero.
Queres?
O que é querer?
Querer, desejar ou ter vontade de algo, são a mesma coisa?
Tens a certeza do que queres?
Porque queres isto e não aquilo?
Até onde estás disposta a ir para conseguir o que dizes querer?
O que te dá o direito de querer?
Querer é um direito?
É um dever tentar alcançar o que se quer?
Quanto é querer muito?
Quanto é querer pouco?
Querer muito é ser demasiado ambicioso?
Querer pouco é não ter ambição?
Querer assim assim é ser mediocre?
Querer tem alguma relação com ser?

Gosto.
Gostas?
O que é gostar?
Que importância tem gostar?
Como se mede o gostar?
Deve o gostar ser medido para se avaliar aquele gosto?
Porque gostas de algo?
Porque não gostas?
Quanto tempo dura um gosto.
Gostasse mais se se gostar mais tempo?
Gostasse mais consoante o que se está disposto a sacrificar pelo que se gosta?
Gostar muito é perigoso?
Gostar pouco é ser indiferente?
Gostar demasiado é dispersão?

Acredito.
O que é acreditar.
Qual a diferença entre acreditar e ter fé?
Devemos acreditar ou devemos duvidar?
Se não acreditarmos em nada falta-nos alicerces?
Se acreditarmos em algo que não devemos corremos o risco de construir sobre maus alicerces?
É importante acreditar?
O que nos faz acreditar?
O que nos faz não acreditar?
Até onde deve ir a nossa luta pelo que acreditamos?
Se surgir uma leve sombra de dúvida na nossa crença, devemos manter a luta?
Não acreditar em nada pode levar à passividade perante a vida e o mundo?


Eu faço.
Faço porquê?
O que me move?
Onde quero chegar?
Sei o que faço?
Faço o que faço com consciência de o fazer?
Faço realmente aquilo que digo fazer?
Que significado tem o que faço?
Que importância tem o que faço?
Que ganho ou perco com o que faço?
Qual o alcance do que faço.
Existe razão para o fazer?
Que fiz eu até hoje?
Que quero eu fazer no futuro?


Eu penso.
Pensas mesmo?
O que é pensar?
O que pensas?
Se pensares mais, e mais e mais, continuas a pensar o mesmo?
Amanhã é igual o teu pensamento?
Para que serve o pensamento?
Qual o valor de um pensamento em constante mudança.
Em que interfere o teu pensamento com o pensamento dos outros?
Em que interfere o pensamento dos outros com o teu?
Que valor tem o teu pensamento no mundo.
Que faz mudar o teu pensamento.
E o teu pensamento muda alguma coisa?
Como defendes o que pensas?
Se pensar te fizer infeliz deves parar de pensar?
É possível parar de pensar?

Não!
Não respondo hoje eu! Sem absoluta certeza!
O pensamento é como a vida, como o tempo: redondo.
O pensamento rebola redondo, noutros pensamentos igualmente redondos.
Todo o pensamento é redondo, não existe pensamento de qualquer outra forma, não há pensamento quadrado, ou triangular, por exemplo.
O pensamento só o é quando redondo.
Circular é a única forma que o pensamento pode tomar.
Por ser redondo é capaz de rebolar sempre sem nunca parar.
Por ser circular circula e continua circulando sempre sem nunca parar.

Como a vida, o tempo, o tempo, o tempo
Como a palavra, as palavras, as palavras, as palavras
Como o pensamento, redondo, redondo, redondo

rebolando pelo mundo

sem parar

sempre redondo


Obrigada Pai por me teres feito duvidar de tudo mas estares sempre lá para amparar as minhas dúvidas.

Obrigada à Maria e à Vida que partilham comigo estes e outros pensamentos que faço rebolar neste espaço.
É bom saber que existe alguém desse lado, que não vê quando me rasgo para escrever, mas recebe este fruto duro, cru, amargo e doce que no fundo sou eu feita e desfeita em palavras.

Muito obrigada.

Isabel
Anjos e Demónios
Fotografia de Helena Isabel Ponce

33 Comments:

Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Gosto...gosto muito.

bjo

quinta-feira, maio 03, 2007  
Blogger P. Guerreiro said...

Não há dúvidas sobre o que a tua escrita provoca...ainda a propósito do que disseste do teu pai e dos desafios de raciocinio com que ele te preparava para o futuro lembrei-me das más atitudes que temos quando nos tornamos mais velhos, mas não tão velhos como os nossos pais, esses sim já muito velhos...Nessas alturas é que é preciso pensar.
Pelos pensamentos, pela honestidade, obrigado!

Um abraço amigo!
P. Guerreiro

quinta-feira, maio 03, 2007  
Blogger Maria said...

Desfeita fiquei eu, agora...
É que eu leio-te, de um fôlego, sem parar...
... porque não posso parar quando te estou a ler...

Não tenho mais palavras, agora. Só soluços, rasgados.

Muito obrigada, querida Isabel!

Beijos

sexta-feira, maio 04, 2007  
Blogger Cusco said...

Olá! Fiquei feliz por te ver com mais nomeações! Aliás até estranhava que tal ainda não tivesse sucedido e achava-o de uma enorme injustiça.
Não te vou dizer que gostei do texto que acompanha as nomeações. Já sabes que sim, que tens aquele estilo de escrever que eu considero espectacular. De grande nível.
Um beijinho e até breve
SE DEUS QUISER

sexta-feira, maio 04, 2007  
Blogger Pierrot said...

Parabéns Isabel
É seguramente um dos 5 blogs preferidos.
Extenso, mas de uma profunda qualidade.
Bjos daqui e força pa continuares.
Eugénio

sexta-feira, maio 04, 2007  
Blogger bettips said...

Curvo caminhos e braços, para te encontrar. Que bom que te entendem, esses amigos que te nomeiam. Sabes...a tua escrita salta, límpida, como peixes do rio, prata. Nós, os pescadores, nem temos os olhos tão largos para tanto do teu brilho... E indecisos ficamos, entre chorar e rir...Bjinho

sexta-feira, maio 04, 2007  
Blogger Entre linhas... said...

tens um estlo muito próprio de escrever,muito original pelo conteúdo,e considero espectacular.

Mereces muito este prémio,o teu blog tem um grande nível de qualidade.

Bom fim de semana
Bjs Zita

sexta-feira, maio 04, 2007  
Blogger sonhadora said...

Os ventos e as marés não dormem esta noite.
Beijinhos embrulhados em abraços

sexta-feira, maio 04, 2007  
Blogger sonhadora said...

Os ventos e as marés não dormem esta noite.
Beijinhos embrulhados em abraços

sexta-feira, maio 04, 2007  
Blogger Vida said...

Amiga, vim a fugir tomar o meu chá, verde de preferência e sabes que adorei! está à temperatura ideal, sem açucar como eu prefiro. Acabei de chegar de uma reunião, é meia noite e estou arrasada...por isso não vou comentar o teu texto porque nem consigo pensar, vou voltar amanhã para beber mais um chá...

Beijos e boa noite.

sábado, maio 05, 2007  
Blogger david santos said...

Olá, Isabel.
De facto, o pensar tem duas vertentes perigosas: o pensar ao acaso e o pensar por duvidar. Pensar ao acaso é bom, mas o pensar por duvidar...
Parabéns e tem um bom dia da MÃE.

sábado, maio 05, 2007  
Anonymous diabinho said...

Parabéns.

É sempre bom ver o nosso talento reconhecido...

Beijinhos

sábado, maio 05, 2007  
Blogger António Melenas said...

Olá Isabel,
Porque ontem recebi visitas tuas, pensei: olha a minha Amiga Isabel voltou à escrita no blogue. Então e não é que vim aqui e, por falar no thinking blogger award me pareceu o mesmo post (o anterior) ao qual todos os dias vinha espreitar?
Hoje é que verifico que se trata de outro post referente a mais duas nomeações e curiosamente, mais uma vez, uma delas por parte de alguém que junta os nossos nomes nas suas preferências. Dá que pensar!
Como já tive ocasião de referir às
seis pessoas que me nomearam, não dou muita importância a este tipo de prémios, mas tal como tu, desvanece-me o facto de virem de pessoas que ao longo dos seus escritos me habituei a apreciar e mesmo a estimar. Esse sim é o melhor prémio.
Quanto ao teu post de hoje, ele é é o teu retrato de corpo inteiro, cujos contornos que eu tenho vindo vindo a decifrar na tua escrita.E é também uma bela homenagem a teu pai.
Com um pai assim, tiveste a sorte de partires para a vida com um grande avanço que, alíás, soubeste aproveitar muito bem, como se vê por este belíssimo texto
Um beijo grande para ti

sábado, maio 05, 2007  
Blogger jawaa said...

Que bonita esta homenagem ao Pai!
Também, como tu, meu pai me deixou a herança do que sou.
Transmites sentimentos profundos com o que escreves, porque sabes pensar alto e fazes pensar os outros, é bem verdade, podes orgulhar-te disso.
Um abraço forte

domingo, maio 06, 2007  
Blogger mnemosyne said...

Isolas o instante
Reténs as palavras no momento
E dás
- um pedaço de ti
cristalizado no tempo.
Levo um sorriso...deixo-te um beijo

segunda-feira, maio 07, 2007  
Blogger sonhadora said...

Uma nomeação justíssima1 Parabéns!
Esta manhã foi-me dado um verso que plantei no teu jardim.
Beijinhos embrulhados em abraços

segunda-feira, maio 07, 2007  
Blogger Alex said...

Incrível a tua força.
Tens razão, por detrás do gesto está a pessoa. E que pessoas han?
Cada dia que passa, descubro que todos fazemos por ser um pouco melhores que ontém, um pouco melhores que hoje, e vamos, caminhamos, descobrimos.

Tu fazes, pensar, sem dúvida.

e EU QUERO,
GOSTO
ACREDITO
FAÇO
PENSO
DIGO NÃO, SE TIVER QUE SER.



És uma pessoa bonita.

terça-feira, maio 08, 2007  
Blogger miruii said...

És sim uma pessoa muiiiiiiito bonita!
Parabéns, na verdade fazes pensar... e muito... e bem!
Eu tenho um belo companheiro que me faz pensar todos os dias, é terrível. Vem visitá-lo. Vais gostar, eu sei.
Picada doce

terça-feira, maio 08, 2007  
Blogger mixtu said...

muitos parabéns pelo premio...
pensar... obriga-os a pensar...

abrazo

terça-feira, maio 08, 2007  
Blogger Cris said...

MERECIDISSIMOS!!!!!


Um beijinho

Cris

terça-feira, maio 08, 2007  
Blogger Estranha pessoa esta said...

Mais que 'fazer pensar' .. TU 'fazes sentir'.

Abraço grande de sentires para ti **










Estou aqui!

quarta-feira, maio 09, 2007  
Blogger sonhadora said...

desejo-te uma boa noite e deixo-te beijinhos embrulhados em abraços

quarta-feira, maio 09, 2007  
Anonymous despertando said...

Parabéns Isabel, as nomeações são merecidas. Obrigada por este bocadinho
Beijinho grande para ti.

quinta-feira, maio 10, 2007  
Blogger arritmia visceral said...

"estamos deste lado" e ouvimos o murmúrio da corrente que vem com as palavras. a paLavra.






...

sexta-feira, maio 11, 2007  
Blogger arritmia visceral said...

"estamos deste lado" e ouvimos o murmúrio da corrente que vem com as palavras. a paLavra.






...

sexta-feira, maio 11, 2007  
Blogger Cris said...

Beijinhos e Bom Wk

Cris

sexta-feira, maio 11, 2007  
Blogger serenidade said...

Fiquei maravilhada com a educação que o teu pai te deu. Todos os pais deveriam ser assim... por isto tudo fazes-nos pensar como fazes e além disso, e muito, sentir.

Serenos sorrisos

sexta-feira, maio 11, 2007  
Blogger Nilson Barcelli said...

Claro, mereces este e muitos outros prémios.
Este teu post é brilhante. Tal como muitos outros que escreveste, de resto.
Bom fim-de-semana.
Beijos.

sexta-feira, maio 11, 2007  
Blogger Cristina Nobre Soares said...

Olá Isabel

Li-te de um só trago e sem duvida que me fizeste pensar e repensar tantos nos novos como nos velhos pensamentos.

domingo, maio 13, 2007  
Blogger Nilson Barcelli said...

Há tanto tempo sem escrever... espero que o teu "estado de alma" esteja óptimo.
Tenho uma (não) surpresa para ti no meu blogue, passa por lá.
Boa semana, beijos.

segunda-feira, maio 14, 2007  
Blogger Claudia Sousa Dias said...

Eu também te nomearia, sem dúvida alguma, se não andasse sempre a leste destas coisas na blogosfera...

Claro que o mereces!

Tudo de bom!


CSD

segunda-feira, maio 14, 2007  
Blogger mafalda said...

Costumo visitá-la e lê-la. Em silêncio. Gosto muito do que escreve mas tem-me faltado a coragem para me mostrar. Hoje mudou tudo: decidi começar a comentar nos blogues que aprecio e arrancar com o meu próprio cantinho: "vento agreste", que espera a sua visita, para que, pelo menos na inauguração, se faça sentir algum calor.

Até logo e um beijo.

segunda-feira, maio 14, 2007  
Blogger Pierrot said...

Retive o teu gostar despretencioso, lindo, duro e frontal, como eu gosto
Uma vénia a mais um texto extraordinário...
Bjos daqui
Eugénio

quarta-feira, maio 23, 2007  

Enviar um comentário

<< Home