segunda-feira, outubro 09, 2006

A hora da LIBERDADE

É hora
de lhe pegar pelos cornos
e domar a fera
cortar-lhe as garras
aparar–lhe o pelo
pôr-lhe o açaime
prender-lhe a trela
faze-la escutar a voz do dono
a música do chicote
antecipando
a dor
É hora
de mirar nos olhos
a besta amansada
delicadamente
passar -lhe a mão
pelo pêlo aparado
e tatuar-lhe a ferro e fogo
a permanente
memória
que
existe
para
servir
ME
no fim
talvez
carinhosamente
adorna-la
com um laço da minha cor preferida
para que saibas
Oh nova vida!
que em ti quem manda
sou eu!

É hora
de
Revolver as horas
Remexer os dias
Recriar verdades
Remover mentiras
Renovar promessas
Reavivar vontades
Reconstruir caminhos
Reorganizar as ordens
Reprogramar os programas
Reestruturar as estruturas
É hora
hora
de morte
e destruição
de mandar rufar os tambores
hora da vida velha assassinar

É hora
de LUTAR
de VENCER
e GANHAR
uma VIDA
NOVA

É hora
de agarrar o vento
e voar
voar a jacto de ar
voar a assapar
voar rápida
e sofrega
agitando
as outrora calmas
ondas
num grito
"há revolta no mar!"
Finda a tempestade
é hora
de bonança
Finda a tempestade
é hora
de esperança
Finda a tempestade
é hora
de LIBERDADE
Agora amor
Que temos liberdade
Prende-te e prende-me
Vamos ser livres
mas
presos
juntos
Isabel
"Recordações do futuro"
Asha Mengharagani

23 Comments:

Blogger copa-rota said...

Será que para sermos bons, teremos de ser tristes?...

Se assim for, encaro a tristeza de frente...e recebo-a de braços abertos.

Obrigado plo seu comment Isabel.

Gostei desta hora...deste momento de liberdade...acho que me inspirou.

Até breve...boa semana ;-)

Miguel

segunda-feira, outubro 09, 2006  
Blogger Salvador said...

Adorei o teu blog

vou ficar atento

obg pela visita

segunda-feira, outubro 09, 2006  
Anonymous Miguel said...

muito bonito
Prende-te e prende-me
;-)
mil beijos.

segunda-feira, outubro 09, 2006  
Blogger borboreta said...

fantástica esta tua hora da liberdade, cheia de alento!
adorei

é hora
de recriar os momentos de saudade
é hora
de refazer o Amor em liberdade

segunda-feira, outubro 09, 2006  
Blogger borboreta said...

é hora do beijo!

segunda-feira, outubro 09, 2006  
Blogger vida de vidro said...

Um desejo de cortar amarras e de tecer doces laços. Assim deve ser o amor. **

segunda-feira, outubro 09, 2006  
Anonymous Jofre Alves said...

Agradeço as gentis palavras que deixou no meu blogue e visito mais uma vez com agrado esta interessante página pela sua qualidade e beleza. Até breve e boa semana.

segunda-feira, outubro 09, 2006  
Blogger encantador de sonhos said...

Se puderes...cede-me um pouco de essa tua "liberdade".

Gostei...claro que sem desprimor para a tua escrita, bem pelo contrário, fizeste-me lembrar o poeta Ary.

beijo doce

segunda-feira, outubro 09, 2006  
Blogger veritas said...

Olá Isabel!

Foi bom o fim-de-semana? Sim é hora, de viver, de libertar, de agarrar a seiva da vida, de fazê-la fermentar...porque só esse espírito dá ânimo para levantar todos os dias e quebrar a monotonia do toque do despertador...

Bjs.

segunda-feira, outubro 09, 2006  
Blogger Trivialidados said...

É lindissimo. Não se podia esperar outra coisa. Boa semana aos dois.

segunda-feira, outubro 09, 2006  
Blogger Ana Prado said...

Isabel, fiquei boquiaberta com o texto. O ritmo, a força... tudo nele transpira determinação. É a hora, pois que seja, e que a coragem nos acompanhe. amen.

um abraço

segunda-feira, outubro 09, 2006  
Blogger Vanda Baltazar said...

Parece que escrevemos com a mesma tinta, a da saudade...

A maré viva vai acalmando :) o farol ja acende e emite sinais para os marinheiros afoitos :))


Obrigada pela tua solidariedade, disponibilidade, atenção, carinho alegria e calor :)


Li-te e reli-te sem parar.

E sem saber o que te responder.

Por fim cá estou :) de volta :)


beijos muitos, rabanadas de vento e aguaceiros de esperança :)


Van

segunda-feira, outubro 09, 2006  
Blogger Estranha pessoa esta said...

Pega o teu sorriso pelos 'cornos' ;)

***

terça-feira, outubro 10, 2006  
Blogger sleep well said...

Palavras da alma, mesmo !

Tb eu gostei de dar conta de ti, aqui :)

terça-feira, outubro 10, 2006  
Blogger AS said...

(...)

TU, que sabes que o tempo é a eternidade
Que sabes que a vida não perdoa hesitações
Não temas por mais tempo a realidade
Não reprimas no peito as tuas sensações

TU, que sabes que em tudo existe imperfeição
Que sabes que há outro horizonte à tua espera
Não pode haver tratado, regra ou convenção
Que te impeça de viver a tua primavera

TU, que sabes ser a vida apenas um momento
Que sabes estar certa a hora da verdade
Solta as tuas velas à mercê do vento
E parte deste cais rumo á liberdade


(do meu livro "Gotas de Luz" um excerto do poema "TU")

Para ti, com um beijo!
O teu poema está belissimo!!!

terça-feira, outubro 10, 2006  
Blogger alice said...

é hora de ler e registar a magia, o encanto, o voo do teu poema.

é hora de abrir a porta do livro onde se inscreve o estado da alma.

será minha, será tua, será de quem a sofrer? será sobretudo livre.

adorei, isabel, um beijinho,

alice

terça-feira, outubro 10, 2006  
Blogger Delfim Peixoto said...

É hora...
bjs doces e ternos

terça-feira, outubro 10, 2006  
Blogger legivel said...

Todas as horas são boas para nos libertarmos... seja lá do que fôr.

Agradeço a tua visita no Papel de Fantasia.

beijo.

terça-feira, outubro 10, 2006  
Blogger a rasar o ceu said...

...vim tatuar-me por aqui.


:)))
olá caranguejo...só podia.


beijo.

(obrigada pelas idas por lá...)

terça-feira, outubro 10, 2006  
Blogger Rui said...

Uma linda prisão sem grades e sem muros. Presos da alma.

terça-feira, outubro 10, 2006  
Blogger Luis Duverge said...

Sendo a primeira vez que aqui entro desculpa não ter pedido licença.
Agradeço-te, porque o teu canto está decorado de uma peculiar. Cada pintura tranmite algo mais do que um simples quadro, o sentimento, a cor e o momento revelam uma cuidada selecção.
Os teus textos caminham paralelamente num sentido ...exactamente o mesmo que o meu, gritar, informar, dizer não a mais uma alma, mas esta é A ALMA, que caminha em força para uma verdadeira liberdade de expressão.
Parabéns

terça-feira, outubro 10, 2006  
Anonymous Anónimo said...

its here

phentermine search
phentermine
tramadol
cialis

terça-feira, janeiro 30, 2007  
Anonymous Anónimo said...

Phentermine
Phentermine search
Ringtone search
Tramadol
Phentermine
cialis

quinta-feira, fevereiro 01, 2007  

Enviar um comentário

<< Home